Libriando no Tumblr

Pesquise Aqui

domingo, 6 de agosto de 2017

Si




Si
Se um dia esse dia chegasse
E se os olhos que disfarçavam
Olhassem 
E se a direção fosse a mesma e não outra 
E se tudo convergisse 
E se as pessoas não mais olhassem 
E, acaso olhassem, aprovassem 
E se aquilo que outrora bateu em meu peito 
Se repetisse 
Propagasse 
E ecoasse 
Um eco louco não pouco 
Naquele gelo que você chamava de coração 
Ah se esse dia um dia houvesse
Se eu houvesse de lhe entregar 
Mais uma vez e muito 
O que um dia eu chamei de amor!
E se você visse 
Se você ouvisse 
Se você quisesse 
Se eu quisesse arriscar 
E sempre arrisco 
Se tudo não passasse um dia
De uma amarga lembrança 
Se não tivesse sido 
Se houvesse cabido 
Se não fosse um som tão rouco
E se eu não chorasse 
Tanto
Se olhar para o além não causasse tanto pranto 
Se eu ainda fosse capaz 
De amar 
Como um dia amava 
Como outrora sonhava 
Como dantes sentia
E se esse dia um dia acontecesse aqui assim 
Desse jeito
Com esse efeito 
Devastador assustador 
De causar medo
Ah! Que bom seria!
Imaginá-lo não mais ia!
Senti-lo-ia
Na pele na alma 
No coração 
No Todo
Que sou eu e que sou você quando estamos juntos. 
Se um dia esse dia chegasse 
E se sonho não mais fosse 
Mas vontade ainda houvesse 
Ah
Que bom que não fosse 
Só vontade
Que bom se desse!


Juliana Barreto
Pirapora, 06/08/2017 



Nenhum comentário:

Postar um comentário